Como lidar com a inadimplência dos clientes?

A inadimplência por parte do cliente ocorre quando este deixa de realizar o pagamento por um produto ou serviço no prazo estipulado. Ou seja, se a data limite do pagamento era dia 15 e o mesmo não o realizou até o dia certo é considerado inadimplente por descumprimento do contrato.

Essa falta de pagamento pode ocorrer por vários motivos, assim, deve se realizar um apuramento do que houve com o cliente, analisar sua situação é sempre um passo importante. As vezes pode ter acontecido algo inesperado, mas que irá ser solucionado rapidamente, não sendo então, um risco real ao credor.

Como negociar uma inadimplência?

Primeiramente, o locador deve entrar em contato com o inquilino para tentar solucionar de uma forma amigável, buscando entender o motivo que levou inadimplência. Assim, evita se conflitos e também a necessidade de entrar com ação judicial em algo que, às vezes, pode ser resolvido na conversa.

Outra opção para realizar essa cobrança é treinar e orientar a equipe comercial ou até terceirizar uma empresa para realizar essa cobrança de forma eficaz. Vale ressaltar que deve ser considerado o código do consumidor para que essa cobrança não seja feita de forma opressora.

Ainda, como estamos tratando de um valor que é seu por direito não tenha receio de efetuar a cobrança, apenas seja educado e empático. Também é bom possuir argumentos concretos, utilizar o contrato e ser coerente, por exemplo, se trata de prestação de serviço há a possibilidade de suspender esses serviços durante o tempo em que o cliente permanecer inadimplente. 

Esteja sempre disposto a negociar conforme as opções de pagamento que o cliente possui no momento, ofereça opções atrativas para quitar a dívida, facilite as formas do pagamento sempre tentando evitar uma ação de despejo.

Como funciona a ação de despejo?

Para entrar com uma ação de despejo precisa se de um advogado, eles que devem solicitar a saída do inquilino do imóvel e o pagamento das dívidas. Logo em seguida será marcada uma audiência com as partes, o locador deve reunir os documentos para comprovar sua boa-fé, devendo apresentar então:

– contrato de locação com firma reconhecida;

– boletos que não foram pagos ou cheques devolvidos;

– registro de contatos feitos com o inquilino, como conversas realizadas via WhatsApp;

– notificações enviadas e comprovantes emitidos pelos Correios para atestar que elas foram recebidas.

Ainda, quando o juiz emite a ordem judicial para autorizar o despejo, caso o inquilino inadimplente não o cumpra no prazo a legislação permite que o despejo ocorra de forma coercitiva, com acompanhamento de policiais e oficiais de justiça. Lembrando que esta deve ser sempre a ÚLTIMA opção

1 CommentClose Comments

1 Comment

  • Marcio
    Posted junho 10, 2022 at 2:33 pm 0Likes

    O problema maior é quando além de não receber do inquilino, a empresa contratada para fiança não cumpre com os pagamentos

Leave a comment

Quer receber
conteúdos
exclusivos?

Assine nossa newsletter
e receba todas nossas novidades.

Quer receber
conteúdos

exclusivos?

Assine nossa newsletter
e receba todas nossas novidades.

Locarmais @ 2021 Todos os direitos reservados