O mercado imobiliário no Metaverso

Imagine um mundo online onde você pode socializar com seus amigos, assistir shows em realidade virtual, participar de reuniões do trabalho, fazer compras e inclusive pedir sua janta — tudo do conforto da sua casa. É essa a promessa do METAVERSO, que tende a se desenvolver trazendo consigo uma explosão imobiliária nunca vista.

A ideia surgiu inicialmente como uma opção para os amantes de jogos, mas rapidamente se tornou popular pelas possibilidades de lazer e negócios que podem ser bem variadas. Apesar de serem digitais, os terrenos do Metaverso não são infinitos — a quantidade de lotes depende de cada plataforma. Atualmente, quatro empresas operam na venda de imóveis virtuais: Decentraland, The Sandbox, CryptoVoxels e Somnium Space.

O mercado imobiliário nessas plataformas funciona através de escrituras reais na forma de tokens não fungíveis (NFTs), comprados com criptomoedas, e ficam armazenados na carteira virtual. No ano de 2021 a venda de imóveis nas empresas citadas somaram mais de 500 milhões de dólares, sendo que a previsão para 2022 é que esse valor quase dobre.

 A possibilidade de gerar negócios ligados ao mercado de imóveis da vida real vem aquecendo cada vez mais o setor imobiliário do Metaverso: você pode comprar um terreno e alugá-lo para publicidade, construir uma casa e negociar o uso para eventos virtuais, cobrar ingresso para visitação em um museu de arte digital, inclusive abrir uma imobiliária onde suas propriedades sejam apresentados de maneira 3D para que os possíveis compradores tenham a experiência de visitá-los mesmo com os imóveis na planta. 

Outro exemplo do que pode ser feito no mundo virtual é algo que a imobiliária internacional de luxo One Sotheby’s Internacional Realty, a Voxel Architects e o colecionador de NFT’s Gabe Sierra estão executando: uma mansão no Metaverso que, ao comprada, dará ao proprietário o mesmo imóvel porém na vida real. A casa digital ficará dentro da plataforma The Sandbox e a que está em construção será em Miami.

“A versão virtual da casa no metaverso servirá como uma extensão do imóvel do mundo real, permitindo ao comprador hospedar reuniões, eventos e festas em casa com convidados de todo o mundo.”
— Gabe Sierra.

Apesar de uma ideia muito promissora e investimentos milionários, o mercado imobiliário do Metaverso ainda é baseado em especulações. Não se pode afirmar com certeza se essa novidade será mesmo revolucionária no setor de vendas e serviços ou se os planos ficarão somente no papel.

Quer receber notícias como essa semanalmente? Assine nossa newsletter e não perca nenhuma novidade!

1 CommentClose Comments

1 Comment

  • Camila
    Posted agosto 9, 2022 at 4:59 pm 0Likes

    👏🏻👏🏻

Leave a comment

Quer receber
conteúdos
exclusivos?

Assine nossa newsletter
e receba todas nossas novidades.

Quer receber
conteúdos

exclusivos?

Assine nossa newsletter
e receba todas nossas novidades.

Locarmais @ 2021 Todos os direitos reservados